terça-feira, 24 de setembro de 2013

ESCOLA DE ENSINO MÉDIO OLIMPIO SAMPAIO DA SILVA 1º ANO
1 ) Apesar de serem mais comuns na adolescência, a anorexia e a bulimia podem aparecer depois dos 30 anos?
 R – Sim, é possivel aparecer a bulimia e Anorexia depois dos 30 anos. Um exemplo disso é aquela moça que participou do BBB. Lembra que ela era bulimica e foi exposto ao pais todo atravez do programa ? É mais comum na adolescencia pela propria caracteristica da adolescencia. Mas nada impede a manifestação tardia.
 2) Há alterações corporais que podem levar a essas doenças após os 30 anos? Quais e por quê? 
R – Apesar de ter muita gente tentando fazer uma relação entre neurotransmissores e psicopatologias. Eu acredito que no caso da Anorexia e bulimia a maior alteração é ambiental ( Socio – Historicas ) e sustentada por contingencias propricias ao aparecimento do problema. Contingencias essas que podem ser familiares e culturais ou as duas ao mesmo tempo. Filogeneticamente nao faz sentido o comportamento de emagrecer o maximo possivel por auto imagem corporal ou jogar pra fora o alimento que vai sustentar. Mas culturalmente faz todo o sentido analisando as contingencias que sustentam a nossa cultura do que é e o que nao é esteticamente bonito. Cabe dizer que recentes estudos parecem demonstrar que a Anorexia tem um fundo genetico. 
3) Que sintomas mostram que a pessoa está com bulimia ou anorexia?
 R – No caso da Anorexia se percebe mais frequentemente uma baixa de energia e de atividades no começo. Como a pessoa nao se alimenta, ela nao tem energia para realizar tarefas. Esta sempre cansada e dorme com dificuldade. Tambem se percebe que a pessoa começa a se recusar a almoçar ou comer na presença de pais ou amigos. Depois de um tempo, geralmente o 1º mes, a perda de peso é muito evidente. Nesse caso é importante ficar alerta pois pode estar sinalizando o problema. Geralmente pais e professores tendem a ignorar o problema por achar que é “coisa da idade”. Quando percebem infelizmente o problema ja esta em um estagio avançado e nao é raro que a pessoa chegue a inanição e morra ou que tenha problemas permanentes de saude com danos ao coração e rins principalmente. Um outro fator importante é que a menstruação para. No caso da Bulimia fica bem mais complicado perceber. Pois a pessoa se alimenta normalmente e depois se utiliza de estrategias como os laxativos e a indução do vomito. É frequente na Bulimia que apareça com o Comer Compulsivo. Onde a pessoa ingere enormes quantidades de alimento como 30 mil calorias em 10 minutos e para lidar com a ansiedade e a culpa acaba induzindo o vomito ou usando laxantes poderosos. Alguns sinais podem ser percebidos como fraqueza, caimbras, hemorragias no estomago e esofago e a destruição completa dos dentes pelos efeitos dos acidos do estomago. 
4) Até quantos quilos as pessoas com esses distúrbios chegam a perder?
 R – Geralmente começam a perder peso e só param quando sao forçadas a comer ou chegam na inanição e precisam de internação para alimentação. Nao existe um parametro, mas existem mulheres com 27 anos pesando 30 Kgs. É chocante mesmo.
 5)As mulheres costumam apresentar mais esse tipo de doença. Há estimativas de qual porcentagem das mulheres apresentam esses distúrbios?
 R – Quando falamos em Anorexia e Bulimia a estimativa é que entre 85% a 95% dos portadores sao do sexo feminimo. No homem tambem acontece. Mas no homem a frequencia da Vigorexia é muito mais alta. 6) As causas são psicológicas ou físicas (ou ambas)? É possível definir qual o peso de cada um desses fatores?
 R – As causas sao multifatoriais. Estudos mostram que tem um fundo genetico nos transtornos alimentares. Mas fatores como alterações hormonais de certos agentes ( Serotonina – Dopamina – Noradrenalina e outros hormonios relacionados tambem ao comportamento alimentar ), causas Psicologicas e Sociais/culturais tem uma grande parte no aparecimento e desenvolvimento do problema. Nao é possivel definir o peso de cada uma delas pois cada paciente é unico e é preciso alem de enchergar a topografia do comportamento, observar a função do comportamento. Todas as pessoas tiveram um historico de vida diferente, portanto o que aconteceu como gatilho para uma pessoa nao aconteceu para a outra. É preciso analisar cada caso como um caso unico.
 7) Por que é tão difícil se livrar dessas doenças? Quais as principais dificuldades? 
R – É muito dificil lidar com a Anorexia e a Bulimia pois estao sempre acompanhadas de Depressão e ansiedade muito alta. O tratamento é aversivo pois temos que fazer a pessoa comer e ganhar peso contra a vontade dela. O tratamento fica muito complicado por que ele é forçado, nao temos a ajuda do paciente. Muitas vezes a alimentação é feita por tubos direto no estomago. A alimentação é especial tambem, ja que o corpo nao tem força nem para digerir alimentos solidos. Geralmente a dieta nos casos mais graves é pastosa .Dentre os transtornos mentais a Anorexia e a Bulimia sao os que mais matam. Seja por decorrencia direta do transtorno como uma parada cardiaca por falta de potassio ou pelo suicidio. Estatisticas mostram que de 10 a 15% dos pacientes com esse transtorno vao morrer antes ou durante o tratamento e que 2 a 5% vao cometer suicidio. Só nos EUA, cerca de 100 mil mulheres morrem por ano em decorrencia da Anorexia. A pessoa com anorexia ou bulimia tem uma auto estima muito fragil e podem se tornar violentas e muito agressivas quando confrontadas. Geralmente aparece o Transtorno Dismorfico Corporal. O que piora mais ainda o problema. Algumas anorexicas podem apresentar comportamentos Psicoticos tambem.
 8 )Quais as consequências físicas e psicólogicas para quem enfrenta um desses distúrbios? 
R – O tratamento da anorexia envolve varios profissionais. Psicologo, Psiquiatra, Nutricionista etc… Dependendo do estagio do problema algumas marcas sao irreversiveis. Danos ao coração, rins, figado por falta de vitaminas em tempo prolongado. Ulceras tanto no estomago quanto no esofago provocadas pelos acidos do estomago, destruição completa dos dentes e calosidades dos dedos. Os danos psicologicos tambem sao marcantes. É necessario intervenções psicoterapicas ( a Psicoterapia Comportamental e a Comportamental Cognitiva tem os melhores resultados observados ) intensas no sentido de lidar com a Frustração, auto estima, depressao, ansiedade, compulsao, ideação suicida entre outros problemas graves. A anorexia e a bulimia são transtornos serissimos que infelizmente nao é dado valor que merece. Principalmente pelos meios de comunicação. E para piorar, ainda existem grupos pró Anorexia e pró Bulimia. Sao pessoas que precisam de tratamento e só com informação vamos mudar o quadro. Por : Marcelo C. Souza Se você gostou deste texto, talvez se interesse por esses: 1. Transtornos Alimentares : Anorexia Nervosa Os transtornos alimentares são responsaveis por milhares de mortes ao redor do mundo. Somente nos EUA, aproximadamente 100.000 mulheres morrem ao ano por problemas relacionados aos transtornos alimentares. Nesse artigo, vamos falar um pouco mais da Anorexia e suas formas de apresentação, sintomas e tratamento.... 2. Ana e Mia – Considerações sobre a Anorexia e Bulimia O que é anorexia? A Anorexia Nervosa é um transtorno caracterizado pela Organização Mundial de Saúde e pertence à classe dos transtornos alimentares. É um transtorno que causa mais de 100 mil mortes por ano só nos EUA. Muitas pessoas ainda têm a idéia errada de que a Anorexia é apenas uma moda ou um [...]... 3. Comportamento Verbal – Instrução e Regra O comportamento verbal é uma parte importante dos estudos da Psicologia Comportamental. Mas afinal, como é que aprendemos através do comportamento verbal ? Como é que o Terapeuta comportamental provoca as mudanças comportamentais no seu cliente através da Regra e da Instrução. Esse artigo tem como objetivo uma breve introdução a essas respostas.... 4. O que é a Avaliação Psicológica A avaliação Psicológica esta sempre sendo citada como parte importante na terapia comportamental. Mas sera que de fato todos os terapeutas sabem o que é, como e quando se usa a Avaliaçao Psicológica ?... 5. Sobre o Ato Médico Há alguns dias eu recebí via e-mail uns slides que discutiam Em que o ato médico vai nos afetar?. Eu gostei bastante da argumentação do autor. Abaixo reproduzo a idéia trazida pelos slides, mas com uma discussão um pouco mais voltada para a questão do campo de trabalho dos profissionais da saúde. Quem quiser ler [...]...

Nenhum comentário:

Postar um comentário